18 de abr de 2011

10 Ecoprodutos hidrosanitários para economia de água - parte I

Eles ajudam a economizar água, um bem tão precioso e atualmente escasso!

1) Automática e econômica


Torneiras com sensores de presença, que ligam e desligam conforme a aproximação ou o afastamento das mãos, reduzem o consumo de água em até 77%. Por isso, surgiram primeiramente em locais com grande luxo de pessoas, como hospitais, restaurantes e consultórios, mas nada impede seu uso em casa. No modelo Zenit DocolTronic, uma bateria de longa durabilidade garante seu funcionamento também no caso de falta de energia. Da Docol



2) Descarga sob controle


Bacias sanitárias já são desenhadas para utilizarem no máximo 6 litros de água por descarga - antes, esse volume chegava a 15 litros. A válvula Duoflux tem uma opção para reduzir ainda mais essa medida: despeja 3 ou 6 litros de acordo com a opção de uso: menos água para resíduos líquidos, mais para sólidos. O produto, que integra a linha Hydra, da Deca, está disponível em duas versões: para caixas acopladas e para parede.

3) Só para esgoto



Uma garrafa PET demora 400 anos para ser degradada. No entanto, quando reciclado, esse tipo de polietileno dá origem ao poliéster - material leve e resistente que já encontra usos variados, de fios de costura a carpetes. Agora, ele aparece em forma de canos para esgoto. O Tubopet, fabricado pela Empresa Brasileira de Reciclagem (EBR), de Diadema, SP, passou por testes na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e está disponível nos diâmetros 40, 50, 75 e 100 mm.
4) Caixa de descarga econômica




O mecanismo Dual Flux, da Deca, tem controle de fluxo de água: aciona 6 litros ou 3 litros - volume suficiente para dejetos líquidos. Outra vantagem: o sistema adapta-se a qualquer bacia com caixa acoplada de seis litros.

5) Torneira inteligente

Econômica, ela desliga automaticamente caso permaneça funcionando por mais de um minuto. Possui dois sensores - dependendo do posicionamento das mãos, o modelo da Linha Eco libera água (sensores frontais) ou sabonete (sensores laterais). Além disso, é possível regular a distância das mãos para acionar os sensores. Da Japi. Previsão de chegada às lojas em julho de 2007.
6) Diferentes acionamentos para líquidos e sólidos
O acabamento de válvula de descarga Square Salvágua vem com duas teclas de acionamento. Cada uma despeja um diferente volume de água na bacia sanitária. Uma serve para o escoamento de líquidos. A outra para o escoamento de sólidos Com as teclas de acionamento parcial (para líquidos) e de acionamentoDocol.

7) Jeito de antiguinha, mas moderna no consumo

As válvulas de descargas que eram consideradas as vilãs do consumo de água também evoluíram. Mesmo o modelo Retrô, que resgata a elegância das linhas dos anos 1950, 1960 e 1970, apresenta um ciclo completo de aproximadamente 6 litros, diferente dos 20 litros por acionamento do modelo original de 1932. Com design exclusivo e sistema Hydra de acionamento de controle do fluxo de água, esta linha está disponível em alta pressão (para apartamentos) e em baixa pressão (para casa). Da Deca.
8) Só quando precisa
Um produto sob medida para quem costuma deixar o registro aberto enquanto lava as mãos. Por ter um sensor de presença, ela libera água somente enquanto detecta movimento das mãos. Feita de bronze cromado, o modelo fica bem em lavabos e banheiros. Na Shark.

9) Limpeza rápida ou completa


Quem escolhe a quantidade de água dispensada pela válvula é o próprio usuário. A válvula Duoflux vem com um botão que libera na descarga 3 litros de água para serviços, digamos, mais líquidos e outra para limpeza completa com a descarga de 6 litros. Da Deca.

10) Controle antes do registro

Mesmo que o registro da torneira esteja aberto em sua capacidade máxima, o dispositivo economizador regula a vazão. Fica instalado entre a saída de água na parede e a torneira. Este modelo é da Lorenzetti.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...