6 de fev de 2012

A Casa Pedra: arquitetura orgânica e natural

Não, não é a casa dos Flintstones… Essa é A Casa Pedra, conhecida também como The Stone House que fica em Portugal.

Idealizada há mais de 50 anos pelo pai, do hoje engenheiro Vitor Rodrigues; que imaginou uma casa aonde, até então, existiam apenas quatro grandes rochas.

A casa é totalmente integrada à paisagem. Tanto que de longe se parece mais um grupo de um rochedos nas montanhas de Fafe/PT.

Olhando mais de perto porém, vê-se que as paredes externas são revestidas com pedregulhos da própria região e que o espaço interior, entre as pedras, foi preenchido de alvenaria construída com as mãos e sem que nenhuma das quatro rochas fosse quebrada. A casa é que se adaptou a elas da forma mais orgânica e funcional possível!

No primeiro piso, há uma sala e uma pequena cozinha. No andar de cima tem um banheiro e três quartos. Tudo compacto, bem pequeno mesmo, inclusive as camas, para caberem no espaço deixado entre as pedras.

Ah, e não tem energia elétrica não, viu. A iluminação é só a base de velas ou lampiões.

Totalmente natural!!!

2 de fev de 2012

Ctrl+Alt = Mosaico de teclas recicladas

Sarah Frost talentosa que é cria seus projetos artísticos com objetos que iram para o lixo.

Num misto de revestimento para paredes e esculturas ela bolou as obras nomeadas de Qwerty que consistem em milhares e milhares de peças de teclados velhos de computadores descartados por indivíduos, pequenas e grandes empresas como instituições financeiras, órgãos governamentais e etc.

O trabalho dela viaja pelo mundo todo e há uma instalação permanente no The James hotel em Nova York.

Boa idéia pra quem pensa em revestir uma parede, um pilar ou mesmo uma bancada de alvenaria com sustentabilidade.

1 de fev de 2012

Casa arrumada: Carlos Drummond de Andrade

Casa arrumada é assim:

Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...
Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Queridos(as), sumi por um tempinho devido a motivos alheios a minha vontade!

Já-já voltamos com tudo!

Gratíssima pelos e-mails gentis e sugestões da hora!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...